Leitura Digital

Você também pode escutar este poema!

Era da comunicação virtual.
Muitos estão lendo menos,
E quando muito, venenos.
Meu vídeo não vai ser viral,
Será ouvido por poucos nessa vida digital.
Eu mesmo leio para evitar que nunca o façam.
Eu não sei cantar,
Mesmo sabendo rimar,
Nada me impede de expressar
Minha alegria de escrever
Então quero só proclamar.
Para eu ser escutado
Tenho que me adaptar
E nestas passagens
Faço o caminho achar a mensagem
Se você me ouve, e nunca leu
Não há incômodo algum
Fico satisfeito de atingir mais um

Pare, e antes que me satirize, responda:
Você se interessa no que dizem?
Ou é tão difícil opor-se ao próprio ego?
Pré-pare-se, e escute mais
Faça um exercício e olhe alguém
Já percebeu a diferença de outrem?
É a ótica do contraste compartilhado
Nossa visão é uma, mas coletiva
Sociedade em desacordo
A verdade é nua, mas ilusiva
Não preciso que concorde
Mas que acorde
Meu objetivo nunca vai ser
Te converter ou mudar
Mas sim, te fazer duvidar
Imaginar e refletir
Sobre o outro lado do espelho.
Cada texto uma perspectiva,
Cada ser, um livro mano

Página do Facebook
Instagram
Castbox

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s